Nostalgia


Untitled

Vez ou outra encontro fotos antigas guardadas, desenhos rabiscados em cadernos de escola e bilhetes trocados em fins de aulas que carregam um monte de lembrança e história que o tempo fez questão de levar pra longe.

Lembranças que me fazem sentir saudade da Laila de antes, de como eu era, dos meus sonhos e das séries que eu nem gosto mais de assistir. Dos lanches que minha mãe comprava na quitanda quando me levava pro colégio e dos sermões da professora de balé todas as terças e quintas.

Vejo algumas fotos e fico me perguntando o que teria me feito rir quando olhei para a câmera e não consegui disfarçar. E me pergunto onde algumas pessoas podem estar. O que estão fazendo enquanto escrevo esse texto, se lembram de quando nos divertíamos juntos e se sabem se a árvore que demos um nome e que guardou tantos segredos e conversas bobas nossas continua lá ou se alguém já cortou.

Tenho saudade disso tudo como não imaginei que teria no momento em que ainda eram conjugadas no presente. Tudo isso se tornou pretérito e eu nem percebi. E com certeza a Laila de onze anos reviraria os olhos se pudesse ler isso, mas acreditem: se eu voltasse no tempo, faria questão de reviver esses momentos todos, do mesmo jeitinho.

Sinto falta daquelas épocas, sinto falta do agora e daquilo que nem vivi ainda. Porque tenho medo que o futuro passe tão rápido que eu não consiga vivê-lo como deve ser. Tenho medo que ele se transforme em meras lembranças vagas ou caia no completo esquecimento, e por isso, faço de hoje o melhor dia. e em todos os outros dias, o hoje vai ser melhor.


4 comentários:

  1. Que texto perfeito. Ficar um pouco nostálgica é normal em algumas situações da vida. Pra mim, isso só significa que o passado valeu a pena.
    Beijos

    http://vidasempretoebranco.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Que bom que você valoriza o seu passado de tal maneira a ponto de querer voltar para revivê-lo, e mais importante, sem mudar nada.
    Outras pessoas, têm um passado sombrio, com demônios voando em todas as direções. Essas pessoas voltariam para o passado e mudariam tudo, por arrependimento. É como se a pessoa que elas se tornaram não fosse realmente elas mesmas, como se elas tivessem de procurar em lembranças por onde os seus verdadeiros ''eus'' se escondiam.
    Então, sinta-se feliz por ter um passado repleto de boas lembranças. Tão boas que lhe deixam nostálgica. Tão boas que lhe tornam quem você é.

    www.laurainotherlands.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Belo texto. Sabe, às vezes acho que sou a pessoa mais nostálgica do mundo, porque sinto saudades de cada ano que passei, de cada pequeno momento que pode até parecido simples e sem importância, mas agora valem muito. Aliás, um dos motivos porque gosto de fotos é que elas eternizam esses momentos. Acho que você sente o mesmo.
    Também tenho medo dessa passagem furtiva do futuro, porque não posso, não quero me arrepender de ter deixado de fazer algo que podia ser aproveitado. Tenho medo de estar fazendo até mesmo o presente errado, deixando passar por motivos que eu poderia transpor se tivesse mais atitude ou coragem. O tempo passa e não para pra ninguém, e precisamos acompanhá-lo com sabedoria para ter alegria.

    Bjs, Bia

    ResponderExcluir
  4. Olá! Eu também tenho um passado repleto de lembranças boas e ruins. As lembranças ruins, se eu pudesse voltar atrás, não as mudaria, pois elas me trouxeram experiência e as boas, são aquelas gostosas de se relembrar. Lindo texto! Bjs.

    http://livro-apaixonado.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.