5 filmes para assistir na netflix

Estamos em pleno carnaval, e eu nunca fui fã dessa época do ano. A bagunça dos blocos, a multidão, as músicas de axé... hummm, não. Apesar disso, dá pra aproveitar o tempo livre pra fazer outras coisas: passeios com as amigas, ler aquela pilha de livros que você acumulou, passar um tempo com a família e assistir muitos filmes e séries legais!
Como eu sei que muita gente do lado daí também não curte muito a vibe de carnaval, decidi separar cinco filmes que gosto muito e que recomendo fortemente pra vocês verem nessa semana. Afinal, quem disse que não dá pra se divertir em casa, debaixo dos cobertores e com um balde de pipoca? Quem aí também é do bloco netflix? hahaha.
 
Peixe grande e suas histórias maravilhosas (2003)
Tim Burton é extraordinário em todas as produções, por isso quando soube da existência desse filme, quase pulei de alegria. Edward Bloom é um contador de histórias que viveu muitas aventuras desde sua juventude, envolvendo gigantes, circos com criaturas bizarras e a busca por um grande amor.
As cores, cenas e diálogos se encaixam perfeitamente e têm aquele toque único do Burton. Se eu pudesse escolher uma só palavra pra definir esse filme seria mágico.
 
Vanilla Sky (2001)
Assistimos esse filme na aula de espanhol, na versão original, chamada Abre los ojos. Achei interessantíssimo e decidi aproveitar a semana de folga pra assistir a adaptação dos EUA. É um suspense psicológico estreado por Tom Cruise, sobre um cara rico e bonito que tem o rosto desfigurado depois de um acidente de carro.
Por algum motivo (que é spoiler e não vou contar) ele vai parar em um hospício e é acusado de assassinato. É preciso prestar atenção aos mínimos detalhes da história, e a medida que os acontecimentos vão se desenrolando, você fica mais perdido que no começo! É uma dica maravilhosa pra quem gosta de psicologia <3
 
D.U.F.F (2015)
Esse filme estava nas recomendações do netflix e fui assistir. Pensei que era só um daqueles filmes bobinhos de adolescentes, mas me enganei. Duff é uma abreviação para Designated ugly fat friend, que em português seria como amiga gorda e feia. Bianca é melhor amiga de meninas lindas, estilosas e populares, e logo percebe que se encaixa na denominação -ela é apenas a parte sem graça do seu grupinho.
Então, com a ajuda do lindo Wesley, ela tenta mudar para reverter essa situação. Bem aí, pensei: hm, já sei o que vai acontecer, ela vai mudar o cabelo e as roupas, virar popular e fim. E ainda bem que me enganei mais uma vez. O filme mostra a mensagem clara de que tudo bem ser você mesma, não importam os padrões, não importa o jeito que você se veste ou fala. Dei cinco estrelinhas!
 
Lola (2012)
Tinha assistido a versão francesa desse filme (Rindo à toa), mas quando fui ver o trailer dele, não fazia a mínima ideia de que os dois tinham uma ligação. Então a história começou, exatamente igual ao francês, com a mesma trilha sonora e cenas e minha conclusão foi: Que plágio! 
Desde aí criei uma rixa com o filme e não quis assistir de jeito nenhum. Somente ontem, como não achei nenhuma outra opção, decidi dar uma chance pra ele, e aí vi que eles tinham botado os créditos e deixado claro que era uma readaptação (sou tão ingênua hahaha). Lola conta a história de uma adolescente e seus amigos: namoro, amizade, conflitos com a família e todos os dramas que costumam acontecer nessa fase.

Johnny & June (2005)
Esse filme é muito especial pra mim porque quando era mais nova, eu costumava assisti-lo com a minha tia. A gente praticamente via todos os dias, cantávamos as músicas e tudo, tanto é que minha avó entrava na sala e dizia "Não aguento mais esse filme". É uma biografia de Johnny Cash e June Carter, cantores country, desde a juventude, até quando se conheceram e se apaixonaram. Eu amo demais, sério!
 
E aí, qual desses vocês assistiram? Quais vocês recomendam também? Deixem nos comentários!
Tecnologia do Blogger.